SHOPPING

Carandiru (Carandiru)

COMENTÁRIOS

Seja o primeiro!

Nome ou apelido:

E-mail:

Título:

Mensagem:

SINOPSE

Numa cela da Casa de Detenção de São Paulo, o popular Carandiru, dois detentos (Lula e Peixeira) se enfrentam num acerto de contas. O clima é tenso.


Outro detento, Nego Preto, espécie de "juiz" para desavenças internas, soluciona o caso em tempo de dar "boas vindas" ao Médico, recém- chegado e disposto a realizar trabalho de prevenção à AIDS na penitenciária.


O Médico depara-se, no maior presídio da América Latina, com problemas gravíssimos:
superlotação, instalações precárias, doenças como tuberculose, leptospirose, caquexia, além de pré-epidemia de Aids. Os encarcerados lamentam, além da falta de assistência médica, de assistência jurídica.


O Carandiru, com seus mais de sete mil detentos, constitui-se em grande desafio para o Doutor recém-chegado. Mas bastam alguns meses de convivência para que ele perceba algo que o transformará: mesmo vivendo situação-limite, os internos não são figuras demoníacas. No convívio com os presos que visitam seu improvisado consultório, o Médico testemunha solidariedade, organização e, acima de tudo, grande disposição de viver.


Oncologista famoso, habituado à mais sofisticada tecnologia médica, o Doutor terá que
praticar sua medicina à moda antiga, com estetoscópio, sensibilidade e muita conversa. O trabalho começa a apresentar resultados e o Médico ganha o respeito da coletividade.


Com o respeito, vêm os segredos. As consultas vão além das doenças, pois os detentos
começam a narrar histórias de vida. Os encontros na enfermaria transformam-se em "janelas" para o mundo do crime.


Flash backs reconstroem estas narrativas. Zico e Deusdete, amigos inseparáveis na infância e pré-adolescência, conhecem destino trágico na cadeia (um, alucinado pelo consumo de crack, matará o outro). O traficante Majestade desfila, com ginga, seu poder pelo
presídio, além de desfrutar do amor de suas duas mulheres, Dalva e Rosirene.


O velho Chico, homem sábio, cultivado na solitária, adora balões e está prestes a ganhar a liberdade e reencontrar os 18 filhos.


O "juiz" Nego Preto, líder da massa carcerária, tem tanto problema para resolver, que o Médico diagnostica seu mal: stress. O matador Peixeira, com 39 condenações nas costas, passará por ruidosa conversão, tornando-se pastor evangélico.


O surfista Ezequiel viverá, no cárcere, sua ascensão e queda. Os amigos Antonio Carlos e Claudiomiro, assaltantes de banco, se desentenderão por causa da ardilosa e perversa Dina.


O "filósofo" existencialista Sem Chance viverá romance de conto de fada com a divina Lady Di. O diretor do presídio, o Sr. Pires, pisa em ovos para administrar a cadeia.


A narrativa do filme arma-se como um quebra-cabeça.


Uma história encaixa-se na outra para formar painel realista da tragédia brasileira. Com o Médico, o espectador acompanha os movimentos cotidianos dos presos, até a eclosão -- em dois de outubro de 1992 -- do mais terrível abalo da história da Casa de Detenção de São Paulo (e do Brasil): o Massacre do Carandiru.

ELENCO

LUIZ CARLOS VASCONCELOS (Médico), MILTON GONÇALVES (Seo Chico), IVAN DE ALMEIDA (Nego Preto), AILTON GRAÇA (Majestade), LUÍSA MENDONÇA (Dalva Maria), AÍDA LERNER (Rosirene), RODRIGO SANTORO (Lady Di), GERO CAMILO (Sem Chance), LÁZARO RAMOS (Ezequiel), CAIO BLAT (Deusdete), WAGNER MOURA (Zico), JULIA IANINA (Francineide), SABRINA GREVE (Catarina), FLORIANO PEIXOTO (Antonio Carlos), RICARDO BLAT (Claudiomiro), VANESSA GERBELLI (Célia), LEONA CAVALLI (Dina), MILHEM CORTAZ (Peixeira), DIONÍSIO NETO (Lula), ANTONIO GRASSI (Sr. Pires), ENRIQUE DIAZ (Gilson), ROBSON NUNES (Dadá), ANDRÉ CECCATO (Barba), BUKASSA (Detento Locutor), SABOTAGE (Fuinha), RITA CADILLAC (Rita Cadillac), ÂNGELA CORRÊA (Dona Graça), SERGIO LOROZA (Gordo), MBOSCADA (Valdir 17), ROBERTO AUDIO (Escovão), JOSÉ DE PAIVA (Charuto), LUIS MIRANDA (Paulo Boca), MARCELO PALMARES (Coelho), NILL MARCONDES (Pimenta), REGIS SANTOS (Mário Cachorro), SILVIO ROBERTO (Baiano), VAL PIRES (Furabolo), LUCIANO QUIRINO (Guarda), MARCELO ESCOREL (Homem 1), OSCAR MAGINI (Homem 2), MAURÍCIO MARQUES (Namorado de Dalva), WALTER BREDA (Antônio)

REALIZADORES

FLÁVIO R. TAMBELLINI (Co-produtor), FABIANO GULLANE (Co-produtor), DANIEL FILHO (Produtor Associado), VICTOR NAVAS (Roteiristas), FERNANDO BONASSI (Roteiristas), HECTOR BABENCO (Roteiristas), WALTER CARVALHO – ABC (Diretor de Fotografia), CLÓVIS BUENO (Direção de Arte), ANDRÉ ABUJAMRA (Música), MAURO ALICE (Montagem), CAIO GULLANE (Direção de Produção), ELIANA SOAREZ (Coordenação Executiva), CASTING (Coordenação Executiva), VIVIAN GOLOMBEK (Coordenação Executiva), VERA HAMBURGER (Cenografia), CRIS CAMARGO (Figurino), GABI MORAES (Maquiagem), ROMEU QUINTO (Som direto), ELISA PALEY (Edição de som), MIRIAM BIDERMAN (Edição de som), ALESSANDRA CASOLARI (Coordenação de pós-produção)

© 2003-2016 SuperCinema.com.br. Todos os direitos reservados. | Fale conosco